00000 Universo-1

Ateísmo = (Sofisma + Altivez) – Parte I

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on RedditFlattr the authorShare on Google+Email this to someone

Antes de resolver a equação do título, vamos explicar o que significam as variáveis, sofisma e Altivez.

Sofisma é uma mentira, propositalmente maquiada por argumentos verdadeiros, para que possa parecer real.

Altivez é atitude de arrogância; de intolerância, soberba. Amor próprio, superioridade. Manifestação do orgulho ofendido; sobranceria; orgulho nobre; elevação;

Entendendo as variáveis vamos ao resultado que levou a essa fórmula:

Eu mesmo como um cara envolvido com raciocínios lógicos e de natureza questionadora tive muitas vezes questionamentos sobre Deus. Talvez nunca tenha duvidado de sua existências, mas passei noites em claro me revirando na cama tentando entender certas questões. Mas uma coisa é certo, nunca me deixei  levar pelos muitos argumentos realmente ruins do ateísmo.
(Para não mencionar os que eu próprio já usei!).

Um deles é o mais frágil e também primeiro da minha lista:

Sem evidências = Sem Deus

Dizem os ateus, muitos deles metidos a cientistas, que os teístas(pessoas que acreditam em Deus) não podem fornecer evidências concretas e convincentes da existência de Deus. Portanto chegam a conclusão que Deus não existe e aqueles que acreditam na existência do mesmo estão errados.

Chegam a julgar os Teístas(pessoas que acreditam em Deus)  como loucos e burros. Como se não acreditar em Deus fosse questão de inteligência.

Esse é conhecido como o argumento evidencialista do ateísmo. Ele afirma que, na ausência de evidências em favor de Deus, deve-se acreditar que ele não existe.

Vamos ao SOFISMA encontrado nesse argumento?

Podemos voltar a ideia para os ateístas, pois os mesmos não podem fornecer evidências convincentes e concretas de que Deus não existe. Sendo assim eu posso seguir a lógica de que os ateístas estão errados ao não acreditarem nele, porque Deus existe.

Esse argumento apela à ignorância, e presumi que a falta de provas da existência de Deus equivale a uma prova contra sua existência. Na minha opinião a única coisa que a falta de evidências realmente permite é descrer em Deus e não a afirmar que Deus não existe.

Vamos a Altivez?

Mesmo não existindo absolutamente nenhuma evidência a favor da existência de Deus, que discordo, isso não significa que quem acredita em Deus é burro ou menos inteligente do que quem não acredita. O teísmo, para muitos, é uma crença fundamental que não é sujeita à provas.

Criticar uma crença com base em evidências é apenas um argumento humano, portanto, é semelhante a criticar a crença na existência de outras personalidades.

Como disse o título, Ateísmo = (Sofisma + Altivez)

Pascal referenciou a dificuldade da razão posta para a crença genuína propondo que “agir como se acreditar” pudesse “curar da descrença”:

“Mas ao menos reconheça sua incapacidade de acreditar, já que a razão te trouxe a isto, e você não consegue acreditar. Esforce-se para convencer a si mesmo, não através de mais provas de Deus, mas pela redução de suas paixões. Você gostaria de ter fé, mas não sabe o caminho; você quer se curar da descrença, e pede um remédio para isto. Aprenda com aqueles que estiveram presos como você, e que agora apostam todas as suas posses. Existem pessoas que sabem o caminho que você vai seguir, e que se curaram de todas as doenças que você ainda será curado. Siga o caminho através do qual começamos; agindo como se acreditasse, recebendo a água benta, assistindo missas, etc. Até mesmo isto vai te fazer acreditar naturalmente, e acabar com sua resistência.”
Pensées Secão III nota 233, página 402 , Tradução por Rafael S. T. Vieira

A aposta de Pascal

Lógica é bom e eu gosto:

  • se você acredita em Deus e estiver certo, você terá um ganho infinito;
  • se você acredita em Deus e estiver errado, você terá uma perda finita;
  • se você não acredita em Deus e estiver certo, você terá um ganho finito;
  • se você não acredita em Deus e estiver errado, você terá uma perda infinita.

É lógico que esse assunto é bem controverso e sei que muitos irão me esculachar por isso… mas pouco me importo… a final eu gosto de falar algaravias!

Comments

comments

Deixe uma resposta