cenoura

Comer cenoura realmente faz bem para a nossa visão? Verdade ou Mito?

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on RedditFlattr the authorShare on Google+Email this to someone

“Meu filho(a), coma a cenoura, faz bem para os olhos” Acho que é uma das frases favoritas das mães quando estão preparando aquele prato cheio de legumes para os filhos!

E se alguém questionar ainda podem usar aquela outra famosa frase  “Já viu algum coelho de óculos?”.

Mas saiba que não foi sua mamãe que inventou isso! Na verdade essa relação começou por volta da 2ª Guerra Mundial.

O boato é que, durante os muitos combates aéreos entre britânicos e alemães, o governo da Inglaterra atribuiu o sucesso de seus pilotos em campanhas noturnas a uma dieta rica em cenouras. O antigo Ministério de Alimentos do país divulgava ostensivamente que os membros de sua força aeronáutica tinham uma visão noturna avançada graças ao vegetal, cujo consumo ainda era encorajado aos civis, para que eles não sofressem com os blecautes causados por bombardeios.

Mas, cenoura funciona ou não?

Pode sim melhorar a visão, dependendo de algumas condições, já que é rico em betacaroteno, um pigmento que ajuda a “alimentar” os olhos. Nosso corpo usa esse  pigmento para fazer vitamina A, que por sua vez é essencial para fazer com que o olho humano traduza a luz que é captada por ele em sinais que são enviados para o cérebro, aumentando a eficiência mesmo em baixas condições de iluminação.

Sendo assim…

Comer cenoura realmente faz bem para a nossa visão?  VERDADE

Contudo, é bom saber que não adianta ficar se entupindo de cenouras para conseguir uma “visão além do alcance”, afinal o nosso próprio corpo só aproveita o betacaroteno até um certo limite, quando ele começa descartar o excesso do pigmento. Ainda que não haja um nível tóxico para o betacaroteno, o consumo exagerado vai fazer com que você adquira uma certa coloração alaranjada.

Ah sim, para preservar a visão, o ideal seria aliar a ingestão de cenouras junto de vegetais folhosos, como espinafre e couve, que contêm luteína e zeaxantina.



Comments

comments

Deixe uma resposta