tipos-de-risdas-11

Imagens engraçadas – 2

Pó pô pó?

8213

Troco por um apartamento no Leblon!

8229

Óoooh! A geladeira ficou mocinha!

8235

 

Isso é um assalto!

8256

Voto de confiança:

8259

 

Sou o Obama, não IBAMA!

8265

 

 

Toca ninja do bandido:

8291

Podia ter salvo o Brasil!

8303

COPA DO BRASIL 2013 - Flamengo x Atletico-PR

Flamengo o time do futuro. Chega de passado glorioso e turbulento!

Apesar de alguns torcedores retrógrados e desinformados ainda criticarem os “Blue Men” da gávea, a imprensa começou a se render e vem dia a pós dia se rasgando em elogios a essa sensata diretoria.Se os torcedores mais inocentes deixarem de cair na pilha dos invejosos “arcoirizados”, e começarem a entender o trabalho que está sendo feito, os frutos da profissionalização do futebol brasileiro e principalmente do mengão virá a galope. Lembrando que o Bom Senso FC, junto com a nossa diretoria está na vanguarda da profissionalização do futebol brasileiro.

Essa semana saiu na ESPN um estudo feito pelo Itaú BBA, sobre futebol e finanças. Nesses estudos foram apontadas as inconstâncias de alguns clubes, inclusive alguns que recentemente eram elogiados, e a consolidação do Flamengo em suas ideias de responsabilidade e gestão sustentável.

Um exemplo claro foi o tal “poderoso timão”, o Corinthians. cujo departamento de marketing foi glorificado entre a queda para a série B, e o título mundial, em 2012. Alcançaram alguns recordes de arrecadação. Porém nesse estudo ele é a decepção, foi apontado um provável prejuízo de R$ 24 milhões previstos para o ano de 2015, a pior projeção entre os 12 maiores clubes do Brasil.

Alguns dos sintomas da embriagues ocasionada pelo sucesso do clube do Parque São Jorge, foram a contratação de Alexandre Pato, envolvendo R$ 40 milhões, e a manutenção de um elenco caro e numeroso, isso tudo sem uma presença constante na Libertadores durante esses últimos anos.

E outra coisa importante no estudo foi a conclusão de que tamanho não é documento. Isso quando podemos ver os resultados de Internacional e Grêmio. Se mantém à frente na exploração financeira. Isso mesmo com torcidas muito menores em relação aos maiores clubes do país. Esses dois times gaúchos, superam times com torcidas gigantes, como por exemplo, o Vasco da Gama, que possui uma das  maiores torcidas do país, mas não obtiveram resultados nem de perto desses dois. E também de times que estão sendo vitoriosos no momento como por exemplo o Atlético MG.

Só que esses dois clubes assim como o Cruzeiro tem resultados limitados, pois possuem alto custo com seus elencos – (O Grêmio já está combatendo esse ano). O São Paulo, por exemplo, tem grandes receitas mas grande despesa com o elenco. A diferença, porém, fica no potencial são-paulino, muito superior e nem por isso tão bem explorado.

O Palmeiras, cuja atual diretoria chegou a ser comparada ao Azuis Rubro-Negros, terá seu saldo financeiro projetado para o ano de 2015  negativo em R$ 17 milhões, o segundo pior resultado entre os 12 grandes. O Motivo é que, ao contrário do Flamengo, o Verde aliou o seu alavancamento das receitas com a montagem de um elenco caro, inclusive com jogadores inflacionados no mercado, como o caso Dudu, e a contratação de 18 jogadores, Elevando assim a folha salarial e inibindo espaço para os juniores, que possuem menores salários e maior possibilidade de retorno financeiro futuro.

Sendo assim, imparcialmente falando, vejo o Flamengo nadando contra a maré dos clubes brasileiros, não se deixando levar por momentos de maior expressão, como no caso do ano passado, com sua participação na Libertadores 2014. Controlou os gastos mesmo, sobre duras críticas. Porém potencializou receitas, pagou e esta pagando suas dívidas e olha para o futuro, que já não é mais tão distante assim.

Deixem o amadorismo para os outros clubes. Se você que lê esse meu blog cheio de algaravias, ainda é um rubro-negro pessimista, veja que, com a receita atual, o Flamengo já poderia montar o melhor elenco do país, em condição de disputar todos os títulos possíveis, mesmo com o impacto das dívidas herdadas, mas estão ainda com os pés no chão.

Agora, tente imaginar como seremos, com essa receita em alta potencia e com as dívidas amortizadas?

Tem gente que não acredita em milagres, tem gente que é Flamengo!

images (2)

Vídeos Engraçados – II

Quando o sono é incontrolável

  Agora o que eu posso ver nesse vídeo é como as pessoas são cruéis e egoístas, ninguém levantou para o rapaz.




 

 

Fail!

tipos-de-risdas-11

Vídeos idiotas!

Caminhão marginal safado…. Sequestrou o Celta!

 

E o Pai da risada!!!!!  Depois o Filho repete de ano, não sabe o motivo.

 

Ronco de Avião

20131216-torcedor_fluminense_chorando-620x350

E agora Fluminense? Chegou à realidade?

Isso não é novidade nenhuma, eu sei, mas quero hoje falar sobre o dia 10/12/2014. Pois é, finalmente aconteceu o que à muito tempo eu vinha dizendo que iria acontecer, a Unimed anunciou o fim da parceria com o Fluminense.

Agora meus caros, finalmente vamos conhecer a realidade do ex-Flunimed, agora mais conhecido como Flu-SUS, e entender o que está dentro dessa caixa fechada que mais parece aquela caixinha do Hellraiser (renascido do inferno). Nesse filme, quando a caixa era aberta, eram libertados os Cenobitas (demônios bem sinistros).

Brincadeiras a parte, talvez a situação do Flu não chegue ao desespero, como chegou o Palmeiras quando perdeu a Parmalat, e foi quase a falência. Mas eles tinham um contrato bem parecido com esse do Flor, que eu sempre cantei que estava bem parecido com os times de vôlei, onde aparece junto ao time o nome da empresa.

Agora o que eu acho mesmo, é que além de o tricolor carioca estar devendo 3 series B jogando no campo, eles mais uma vez foram rebaixados,  mas dessa vez o “rebaixamento” tricolor, é em relação à queda abrupta de padrão. Um choque com a realidade maquiada que por muito tempo enganou aos pobres iludidos torcedores do nosso coirmão menor.

Pois é, eu sempre disse, e me acusavam varias vezes de invejoso, mas esse patrocínio da Unimed era um verdadeiro mistério, algo que não fazia o menor sentido em termos de mercados do futebol. Li algumas matérias onde diziam que era injetados no Tricolor carioca um montante anual de R$ 25 milhões . Uma hipocrisia, típica da que vimos no julgamento do STJF… – ups!!!  Foco, volte ao assunto – Então voltando, apesar da queda de investimentos e os sintomas que vinham sendo apresentadas nas duas ultimas temporadas, o “paitrocínio”  ou quem sabe ainda “Lavatrocínio”  da empresa em questão chegou a casa dos R$ 100 milhões anuais, se contabilizarmos os pagamento de salários, compra de direitos econômicos e repasses de direitos. Praticamente o dobro do que recebem clubes como Flamengo e Corinthians, que possuem o dobro de exposição e taxas de retorno. Bem estranho, não? Basta ver o contrato que a Adidas fez com o Flamengo e faz com o Fluminense, e também o que a marca de guaraná natural faz. Esses sim estão interessados em retorno financeiros e investem muito mais em quem pode dar mais retorno a eles.

Mas voltando ao foco novamente , durante todo este tempo, o nosso amigo colorido com uma cor bem esquisitinha o tal de grená, não entrava para perder. Tinha como Hobby atravessar negociações, principalmente dos arquirrivais. Assim eles inflacionavam os valores  e o clube dava a falsa impressão de bonança financeira e surgia como único capaz de honrar os compromissos. E foi assim, se baseando nessa pratica, desculpe o termo, escrota e nada saudável, que o Flor conseguiu montar times bons e voltou aos títulos nacionais após mais de duas décadas.

Só tem uma coisinha, foi como eu sempre disse (detalhe que quando eu falava me ignoravam e desdenhavam dos meus argumentos), essa referida bonança não correspondia ao valor de mercado do Fluminense. Quando olhávamos os rankins de receitas, eles se quer chegavam aos top-10, estavam sempre parelhos com nosso recém rebaixado coirmão Botachoro, quer dizer, Botafogo.

Ao bem da verdade, o tricolor das larangeiras, se tornou aparentemente maior que o Botafogo graças às receitas da Unimed, pois em números  historicamente sempre foram similares.

Mas de certa forma eles ganharam algo né? O bicampeonato brasileiro nos pontos corridos e a Copa do Brasil de 2007 que contrastam bastante com o rebaixamento botafoguense à Série B.

Só tem um detalhezinho nisso ai, agora eles terão de caminhar com as próprias pernas. Mas acho que isso não será problema para o poderoso Fluminense. Eles sempre se gabaram de ser a torcida mais elitizada do país em temos sócio-econômicos, não precisarão temer a abertura das portas do inferno, eles mesmos irão manter o seu time já que são altamente atrativos dentro do nicho de mercado que só eles conhecem. Com certeza irão andar bem com as próprias pernas. Hehehe.

A princípio, jogadores com contrato vigente, como no caso do Conca, irão continuar com salários arcados pela Unimed, assim tornando menos dura a queda. Mas em alguns casos, onde contratos se encerram em 2014, como por exemplo do salvador goleiro Diego Cavalieri, não serão renovados. Ah sim, E o ídolo ,quase sexual, tricolor, Fred? Ele tem reclamado bastante dos direitos de imagem desonrados, mesmo representando parcela pequena de seus vencimentos.

E então, você acredita que daqui para frente, o Fluminense tem condições de arcar com salários milionários em sua totalidade?

É meu amigo, a Flor está murchando!

Desculpa pela minha imparcialidade, mas estou desabafando! kkkkkkkkk